30 de dez de 2011

Happy new year!








Obs.: Antecipando um pouco aqui porque já viajo hoje. Então é isso, feliz ano novo a vocês, todos os meus melhores votos de renovação e realização dos desejos de cada um. 

28 de dez de 2011

Tanto homem por ai querendo uma mulher interessante igual a você, e você ai perdendo tempo atrás desse menino? Acorda amiga, mulher precisa de homem, e homem precisa de mulher. Meninos só precisam de uma mãe e um playstation.
Mas, quanto a mim, tenho a lhes dizer...
Estrelas são os olhos de Deus vigiando para que corra tudo bem.
Para sempre. E, como se sabe, “sempre” não acaba nunca.


















Contarás nos dedos os dias que faltam para que termine o ano.
'Não são muitos', pensarás com alívio.

Pro mar ficar mais lindo, só falta você.


Hoje eu caminhei a praia inteira
Com os pés na areia, coração em alto mar
Lembrar você me faz pensar besteira
Vida é brisa passageira, não deixa passar


(...) Pô, só faltô ele
(Analua)

27 de dez de 2011

Não fique protegendo-se de frustrações só porque seu grande amor da adolescência não deu certo. (…) Não enviuve de si mesmo, ninguém morreu.
Força e fé, repete comigo: dai-me força e dai-me fé, dai-me luz!

Eles se amam, todo mundo sabe mas ninguém acredita. Não conseguem ficar juntos. Simples. Complexo. Quase impossivel. Ele continua vivendo sua vidinha idealizada e ela continua idealizando sua vidinha. Alguns dizem que isso jamais daria certo. Outros dizem que foram feitos um para o outro. Eles preferem não dizer nada. Preferem meias palavras e milhares de coisas não ditas. Ela quer atitudes, ele quer ela. Todas as noites ela pensa nele, e todas as manhãs ele pensa nela. E assim vão vivendo até quando a vontade de estar com o outro for maior do que os outros. Enquanto o mundo vive lá fora, dentro de cada um tem um pedaço do outro. E mesmo sorrindo por ai, cada um sabe a falta que o outro faz. Nunca mais se viram, nunca mais se tocaram e nunca mais serão os mesmos. É fácil porque os dias passam rápidos demais, é dificil porque o sentimento fica, vai ficando e permanece dentro deles. E todos os dias eles se perguntam o que fazer. E imaginam os abraços, as noites com dores nas costas esquecidas pelo primeiro sorriso do outro. E que no momento certo se reencontram e que nada, nada seja por acaso.

26 de dez de 2011

Outro cheiro

(Quer casar comigo?)
Se olharmos para alguns lugares da nossa jornada com calma, abertura e olhos de escuta, podemos perceber com alguma nitidez que não é raro chamamos de amor um monte de coisas que não são amor. Às vezes agimos como se soubéssemos o que é bom para o outro baseados somente no que sabemos ou intuímos ser bom para nós. Justificamos fazer isso ou aquilo por amor, mas muitos gestos nossos estão a serviço exclusivamente do nosso egoísmo. Da nossa carência. Do nosso medo. Do nosso apego. Dos nossos territórios machucados. Da nossa estreiteza.

Muitas vezes dizemos amar, mas estamos só desrespeitando. Dizemos amar, mas estamos só impondo. Dizemos amar, mas estamos só olhando para nós mesmos. Dizemos amar, mas estamos só fazendo adoecer as belezas disponíveis. Dizemos amar, mas estamos só amarrando sementes e calando primaveras. Dizemos amar, mas estamos só inflando nuvens que escondem cada vez mais o sol. Dizemos amar, mas estamos só dizendo. Amor tem outro cheiro. Outra natureza. Outra frequência. Outro chamado. É para ser luz pra dois, com todas as sombras de cada um.

E a gente lembra. E já não dói mais. Mas dá saudade.

E pra quem chorou ontem, um sorriso hoje é um belo exemplo de ser forte.

Charlie: Eu moro em Londres, uma cidade histórica, linda e vibrante na qual eu amo viver. Você mora em Nova York que é super estimada.
Como o Atlântico é largo demais para atravessar todos os dias a nado, de barco ou avião, vamos decidir na moeda.
Mas se você não quiser aceitar isso, eu deixo Londres com todo o prazer se você estiver me esperando do outro lado.

25 de dez de 2011

A gente fica procurando o amor, esperando ele cair de uma árvore e acertar nossa cabeça.
A gente fica se machucando de propósito, procurando por ele em cada rosto novo, sem saber que ele vai chegar no momento certo, na hora em que tiver que chegar.
Ele vai vir quando você mais precisar, e quando menos esperar.
O amor vai te encontrar, quando você parar de procurar por ele.

Enfim, Natal!

E como tudo o que se tem a desejar em um 25 de dezembro, desejo a vocês um Natal iluminado, cheio de sorrisos, perdão e afeto, que tais luzes estejam repletas de amor. Acrescentando a cura, não só do enfermo, mas da alma, do espírito que habita em cada um!

24 de dez de 2011

Então a felicidade vem...

Feliz daquele que sabe reviver as lembranças sem nenhuma mágoa, feliz daquele que se permite recordar mesmo que a nostalgia se aproxime. Feliz aquele que vive, apesar de todos os empecilhos que insistem em querer-te prender.

- Pois olhe – declarou de repente uma velha fechando o jornal com decisão – Pois olhe, eu só lhe digo uma coisa: Deus sabe o que faz.
Sei que já vi borboletas voarem faltando um pedaço da asa e rosas incríveis desabrocharem num copo com água: e é disso que me nutro pra acreditar que a meteorologia nem sempre está certa e que dias tão cinzentos podem ser prefácios de noites com sol.
E tentar, tentar sempre, para talvez, depois, se dar o direito de desistir, por ter tentado.

16 de dez de 2011


Peter Pan: Ódio é uma palavra forte, não acha?
Wendy: Amor também é. E as pessoas falam como se não significasse nada.

Um sorriso é a melhor maquiagem que uma garota pode usar.

15 de dez de 2011


Às vezes é preciso se afastar das pessoas que você ama, mas isso não quer dizer que você os ama menos. Às vezes você os ama ainda mais...

11 de dez de 2011

Live!

Reflita

- Pegue esse copo.
- Peguei.
- Agora solte ele no chão. O que houve com o copo?
- Ele se quebrou. Por que?
- Agora pede desculpas e vê se ele fica inteiro novamente.

ENTREGA

Despir uma peça e outra da ansiedade, deixar o tempo das coisas fluir em paz, afrouxar a ideia fixa um pouquinho, diminuir o volume da barulheira mental, mudar o destino do foco só pra variar, mesmo que nem dure muito, costuma criar um lugar de descanso aprazível e reparador na vida da gente.

Quando não há mais nada que possamos fazer para tentar modificar algumas circunstâncias, o que existe de mais confortável no mundo é a liberdade da entrega e a coragem da aceitação de que as coisas possam ser simplesmente como são.

1 de dez de 2011

Quero Deus brincando na minha corrente sanguínea da mesma forma que a luz se diverte sobre a água.

"Conquiste sem temer."


Chega um dia que a gente simplesmente muda. 

Os sentimentos acabam e o coração faz novas escolhas.
À propósito, te agradeço. Não por ter me magoado e ido embora como se nada tivesse acontecido, mas por ter me ensinado a ser mais forte. E menos tola.

BEM-VINDO DEZEMBRO!


Que traga bons ventos, que germine, que floresça!
Vamos deixar nascer...

24 de nov de 2011

Liberte-se!

... Senti um vislumbre de felicidade, e, quando você sente um tênue potencial de felicidade depois de épocas tão sombrias, precisa agarrar essa felicidade com todas as suas forças, e não soltá-la até ela arrastar você para fora da lama - não se trata de egoísmo, mas sim de libertação. Você recebeu a vida; é seu dever (e também seu direito como ser humano) encontrar alguma coisa de belo nessa vida, por mais ínfima que seja.
Não percebemos que, em algum lugar dentro de todos nós, existe um Eu supremo que está eternamente em paz. Esse Eu supremo é a nossa verdadeira identidade, universal e divina.

Você sabe eu nunca vou pedir-lhe pra mudar;
Se é perfeito porque procurar o que mudar?

23 de nov de 2011

Ria até que o que parece trágico perca o sentido e fique tão ridículo que só sobra mesmo a vontade de dar uma boa gargalhada.
O destino, que conhece o desfecho de cada drama, sorri dos nossos cálculos, e choraria, se pudesse chorar; das previsões humanas.
Sempre chega a hora em que descobrimos que sabíamos muito mais do que antes julgávamos.

22 de nov de 2011

O dia envelhece e se renova a cada vinte e quatro horas. Que eu seja como o dia. Que eu me renove. Que a cada nascer de sol eu seja reescrita. Que a ortografia de mim seja corrigida, que a caligrafia de mim seja aprimorada. E que a cada bagagem acrescentada ao meu inventário, um novo eu me acompanhe. Que a cada dia todas as piadas me façam rir, mesmo as que já foram ouvidas, mesmo as cansadas. Sempre. Como se fosse a primeira vez.

Deixe de colocar sua felicidade na mão dos outros. Comece um caso de amor consigo mesma e pare de se boicotar.

18 de nov de 2011

Pena também que a gente se envergonhe de dizer, a gente não devia ter vergonha do que é bonito.

Quem desvendará meu interior para consertar meus defeitos?

Use uma margarida na sua fossa.

E devo dizer ainda que gostaria de vê-lo feliz, apesar de tudo o que me fez sofrer nos últimos tempos.

17 de nov de 2011

Depois, como sempre, limpei o rosto e continuei.

Trago esse sorriso por desobediência.
Desobedeço a tristeza.

Des-apego

Afinal, se coisas boas se vão é para que coisas melhores possam vir. Esqueça o passado, desapego é o segredo.

Por que nós?


Éramos célebres líricos
Éramos sãos
Lúcidos céticos
Cínicos não
Músicos práticos
Só de canção
Nada didáticos
Nem na intenção
Tímidos típicos
Sem solução
Davam-nos rótulos
Todos em vão
Éramos únicos
Na geração
Éramos nós dessa vez

Tínhamos dúvidas clássicas
Muita aflição
Críticas lógicas
Ácidas não
Pérolas ótimas
Cartas na mão
Eram recados
Pra toda a nação
Éramos súditos
Da rebelião
Símbolos plácidos
Cândidos não
Ídolos mínimos
Múltipla ação

Sempre tem gente pra chamar de nós
Sejam milhares, centenas ou dois
Ficam no tempo os torneios da voz
Não foi só ontem, é hoje e depois
São momentos lá dentro de nós
São outros ventos que vêm do pulmão
E ganham cores na altura da voz
E os que viverem verão

Fomos serenos num mundo veloz
Nunca entendemos então por que nós
Só mais ou menos

4 de nov de 2011

Aprendi com a primavera;
a deixar-me cortar e voltar sempre inteira.

Permita-te se livrar de tudo o que for ruim, garota. Suscita coragem nesse seu coração e saia distribuindo tuas cores por aí. Tristeza vai embora quando você a espanta. Espanta, menina. E vê se abre os olhos e o coração pra outra coisa. Principalmente o coração.

"A partir de agora, exijo felicidade."

3 de nov de 2011

Manda quem te machucou pra bem longe daqui. Deixa o que te faz feliz chegar e revestir.

Tende por certo: amar se aprende amando.

Tem coisas que Deus dá para a gente aprender.
E tem coisas que Deus só dá quando a gente aprende.
Serão como borboletas, imprevisíveis, vivendo de acordo com seu próprio código, em sua trajetória singular.

1 de nov de 2011

Quando tudo for pedra... Atire a primeira flor.
A gente deve levar sentimentos bons dentro da gente. E distribuir boas coisas para os outros. Seja um sorriso, um abraço, uma palavra, uma mensagem no celular. Faz um bem danado. Para o outro e para a gente. As pessoas andam tão preocupadas com seus afazeres diários que acabam esquecendo de coisas simples. Um piquenique no parque, um passeio de bicicleta, uma música legal, um pôr do sol, um passeio na chuva. Piegas, não? Mas as melhores coisas da vida são piegas.
A vida voa na sua cara, esbarra no seu rosto, suja sua vaidade, corrompe suas certezas e você não pode fazer nada. A não ser lavar o rosto e começar tudo de novo.

QUE VENHA NOVEMBRO, E QUE SEJA ABSURDAMENTE DOCE!


Quase novembro, a ventania de primavera levando para longe os últimos maus espíritos do inverno, cheiro de flores em jardins remotos, perfume das primeiras mangas maduras, morangos perdidos entre o monóxido de carbono dos automóveis entupindo as avenidas.

31 de out de 2011

Encanto é uma admiração em flor.

MOVIMENTO


Foi quando começou a não se importar tanto de sentir tanto medo, que ouviu o convite, ainda tímido, quase sussurro, do próprio coração, esse sabedor do que, de verdade, importa:

“Volta, com medo e tudo.”

Foi.

E começou a redescobrir que coragem, na maioria das vezes, é apenas voltar para o próprio coração. É apenas calar a ausência devastadora e infértil dele. É apenas sair do lugar para um ponto um pouquinho mais espaçoso e espalhador de sementes. É apenas seguir. Com medo e tudo.

30 de out de 2011

Acordei com a sensação de que as coisas irão mudar. O problema é que nem tudo muda pra melhor. Mas hoje, mais do que qualquer outro dia eu irei sorrir. Não deixarei nada me abalar, e caso alguma lágrima escorrer pelo meu rosto, será de felicidade. Hoje quero paz e descanso pro meu coração, ultimamente ele anda cansado de tudo e de todos.

Eu não ligava para muitas coisas. Eu nunca ligo. Ou eu amo ou eu desconheço. Você pode fazer uma festa na minha frente, mas se não morar no meu coração, eu não vou enxergar.

[...]

— Mas e se chover?
— Deixa molhar…

29 de out de 2011

As pessoas têm medo das mudanças. 
Eu tenho medo que as coisas nunca mudem.
Fico esperando alguém que caiba nos meus sonhos.
Nem me preocupo, sei que febre de amor não mata. Dói, tortura, faz o diabo com nosso corpo, mas não mata. Eu nunca vou morrer de amor, nem viver de amor eu consigo.

(…) Quem tem que ficar, fica.