18 de out de 2012

Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver, acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao mundo e maior amor ao coração dos homens.
Por isso eu acho que a gente se engana, às vezes. Aparece uma pessoa qualquer e então tu vai e inventa uma coisa que na realidade não é.
As nossas vidas são definidas pelas oportunidades, mesmo aquelas que perdemos.

Em: O Curioso Caso de Benjamim Button
Acho que, assim como a maior parte das nossas feridas tem origem em um relacionamento, o mesmo acontece com as curas.

17 de out de 2012

Me fez tanto bem que quando resolveu fazer mal já não conseguia. O amor foi mais forte e portanto venceu.
Está tudo tão quieto, quieto demais. De repente chega um amor e faz barulho no meu coração de novo. Vem um amor e faz tudo ser feliz como nunca devia ter deixado de ser.
É uma benção inestimável receber amor. Mas quando a gente dói, precisa cuidar da própria dor com o carinho com que gostaríamos de ser cuidados pelos outros. Com a atenção e a suavidade com que tantas vezes cuidamos de outras vidas. Os beijos bons precisam começar em nós.

Tenho uma tendência romântica a imaginar coisas.


Uma vida não basta ser apenas vivida: também precisa ser sonhada.
É vergonhoso dizer que você gosta de alguém? Não. Vergonha é ser infeliz. Vergonha é imaginar como poderia ter sido. Vergonha é pensar que podia ter sido bom. Vergonha é carregar nas costas o peso do “e se eu tivesse dito o que eu queria?”. Fala. Te abre. Mostra a cara. Mas mostra mesmo. Mostra o sentimento. Deixa a emoção fluir. E acredita no amor.

11 de out de 2012

Hoje eu quero a rua cheia de sorrisos francos, de rostos serenos, de palavras soltas. Eu quero a rua toda parecendo louca, com gente gritando e se abraçando ao sol. Hoje eu quero ver a bola da criança livre. Quero ver os sonhos todos nas janelas. Quero ver vocês andando por aí. Hoje eu vou pedir desculpas pelo que eu não disse… Eu até desculpo o que você falou. Eu quero ver meu coração no seu sorriso e no olho da tarde a primeira luz.
Às vezes é preciso dormir, dormir muito. Não pra fugir, mas pra descansar a alma dos sentimentos. Quem nasceu com a sensibilidade exacerbada sabe quão difícil é engolir a vida. Porque tudo, absolutamente tudo devora a gente. Inteira.
E sabe de uma coisa? Se acontecesse de novo, eu não faria nada diferente.
Eles não se entendiam, raramente concordavam em algo. Brigavam sempre. E se desafiavam todos os dias. Mas, apesar das diferenças, tinham algo importante em comum: eram loucos um pelo outro.

8 de out de 2012

NÃO DEIXE TANTA VIDA PRA DEPOIS!


Intimidade é quando a vida da gente relaxa diante de outra vida e respira macio. Não há porque se defender de coisa alguma nem porque se esforçar para o que quer que seja. O coração pode espalhar os seus brinquedos. Cantar a música que cada instante compõe. Bordar cada encontro com as linhas do seu próprio novelo. Contar as paisagens que vê enquanto cria o caminho. Andar descalço, sem medo de ferir os pés.

6 de out de 2012

O meu mundo não é como o dos outros. Quero demais, exijo demais. Há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que nem eu mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; Sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada. Uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade… Sei lá de quê!
De sofrer e de amar, a gente não se desfaz.
Por você, tratei de ajeitar as coisas no meu peito como alguém que limpa a casa para receber visitas.