27 de jun de 2011

Por isso mesmo, eu o suportarei.

Passo noites longas, difíceis, o sono raro, entre fragmentos febris (....) não consigo parar, não consigo ir em frente.

Só quem já teve um dragão em casa pode saber como essa casa parece deserta depois que ele parte.

Dunas, geleiras, estepes. Nunca mais reflexos esverdeados pelos cantos, nem perfume de ervas pelo ar, nunca mais fumaças coloridas ou formas como serpentes espreitando pelas frestas de portas entreabertas. Mais triste: nunca mais nenhuma vontade de ser feliz dentro da gente, mesmo que essa felicidade nos deixe com o coração disparado, mãos úmidas, olhos brilhantes e aquela fome incapaz de engolir qualquer coisa. A não ser o belo, que é de ver, não de mastigar, e por isso mesmo também uma forma de desconforto. No turvo seco de uma casa esvaziada da presença de um dragão, mesmo voltando a comer e a dormir normalmente, como fazem as pessoas banais, você não sabe mais se não seria preferível aquele pântano de antes, cheio de possibilidades - que não aconteciam, mas que importa? - a esta secura de agora. Quando tudo, sem ele, é nada.
Eu queria que em um dia qualquer, você chegasse de fininho, me abraçasse apertado e dissesse: Senti sua falta.

25 de jun de 2011

Hoje e sempre:

QUE SEJA DOCE
QUE SEJA DOCE
QUE SEJA DOCE
QUE SEJA DOCE
QUE SEJA DOCE
QUE SEJA DOCE
QUE SEJA DOCE
A felicidade precisa estar onde nós estamos, não importa quantos sonhos ainda temos para passar a limpo com as nossas ações. Não importa o tanto de realizações que ainda podemos concretizar. Não importa quantas pendências nos aguardam. Ou ela está onde nós estamos ou não está em lugar nenhum, porque o daqui a pouco não existe além da nossa intenção. Há um único instante para sermos felizes, apesar de um bocado de coisas: este aqui. Os outros podem vir, esperamos que venham, mas, seguramente, não sabemos se virão. A melhor maneira de ser infeliz é acreditar que só se pode ser feliz quando e se.

23 de jun de 2011

Eu, um tumor incurável. Você, minha bala nunca extraída.

♥ Família Baião à Dois ♥


E pra todo Juazeiro, digo de coração, tenho sangue guerreiro, sou da família Baião!

22 de jun de 2011

"OH, UMA BRUNGUNZUMBA!"


Há sempre uma pessoa na sua vida, a qual, não importa o que ela faça com você, você apenas não pode deixá-la ir.
Nada além daquele chegar cada vez mais perto...

21 de jun de 2011

Que seja (extremamente) doce! ♥


Te desejo uma fé enorme. Em qualquer coisa, não importa o quê, como aquela fé que a gente teve um dia, me deseja também uma coisa bem bonita, uma coisa qualquer maravilhosa, que me faça acreditar em tudo de novo, que nos faça acreditar em tudo outra vez.

20 de jun de 2011

Fui descobrindo que os grandes amores sucumbem por falência múltipla dos órgãos, nunca através de uma tentativa pueril de amar de novo, e menos ainda por vingança.

(Fora de Mim - Medeiros, Martha.)

E quem disse que a dor não te faz crescer?

Y ahora e para siempre: que sea Dulce!


Ninguém pode pisotear sua liberdade, grite forte se quiserem te calar.
Nada pode te deter se você tem fé.
Lute forte e sem medidas, não deixe de acreditar.

NÃO PARE NUNCA DE SONHAR!
(Porque só eu sei o quanto eu acreditei e esperei por este dia, obrigada Senhor!)

10 de jun de 2011

Pra sempre. Te amo!

Mas o pior não é não conseguir
É desistir de tentar.
Não acredite no que eles dizem
Perceba o medo de amar.
Eu cresci ouvindo anedotas, clichês e
chacotas... Frustrações
Sobre amasiar, se casar
Se entregar seria fraquejar.