31 de ago de 2012

E o que lhes é o mundo ao lado com todas as mudanças de seu tempo e maré?

Desnecessário é sofrer por alguém que você sabia que nunca iria dar certo.
Aquelas que evitam compromissos, são aquelas que sabem do que se trata.
Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música e quem não acha graça de si mesmo.

30 de ago de 2012

É que eu gosto do riso de tudo. De flores. De gente. De bichos. Dos dias de céu azul lisinho. Das noites carregadas de cachos de estrelas. Da canção que as ondas cantam quando tocam a areia. Às vezes, eu vejo até o riso contido do que não tem coragem de rir.

As relações são muito frágeis. As amizades, mesmo longas e firmes, são muito frágeis. O amor, por mais forte que seja, é muito frágil. Porque todo mundo se magoa, se fere, se atinge. Mesmo sem querer. Mas o que importa é o que a gente faz com isso, como a gente lida com a situação. O que importa é a gente querer fortalecer as coisas. Com clareza, maturidade e entendendo que não existe lado A ou B: todo mundo está do mesmo lado.

28 de ago de 2012

Ilusion


Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo - quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação.
Setembro estava chegando enfim.

27 de ago de 2012

Ah, meu amor, meu peito ainda bate pela certeza - meio incerta - de que um dia tudo passa.
Liberdade não é ter o tempo livre, mas ter o dia ocupado com aquilo que a gente gosta. 
Eu te esperei a vida inteira, entende? Quando eu te escondo o jogo, quando eu te trato mal… É tudo medo. É tudo medo do amor.

26 de ago de 2012

Ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca.
Há momentos em que tudo o que a gente precisa é dar colo para o próprio coração.

Se a tempestade não passar, dance na chuva.

25 de ago de 2012

You Really Got A Hold On Me

Acorda, toma um café, penteia esse cabelo e saiba que você não precisa de mais ninguém para ser feliz. O mundo é seu.
Afinal, há é que ter paciência, dar tempo ao tempo, já devíamos ter aprendido, e de uma vez para sempre, que o destino tem de fazer muitos rodeios para chegar a qualquer parte.
O relógio bate as horas, diz baixinho: Ele não vem.

24 de ago de 2012

SAY!

Hoje é o dia (para qualquer coisa)

Um céu azul, e as nuvens mostram o caminho infinito de oportunidades que te esperam em um dia maravilhoso como esse. Saiba aproveitar até mesmo o que der errado, porque pense bem, você tem um dia inteiro pela frente para refazer tudo isso. O vento que bate no seu rosto é testemunha dessa estranha liberdade que você tem agora. Corra em direção ao que quer, abrace aos que ama, grite o que sempre quis dizer, faça tudo aquilo que um dia sempre esperou por fazer. Não espere mais. No final pode até não ter o resultado esperado, mas viva. Independente de todas as consequências, não se prenda ao "se". O amanhã que você almeja pode não chegar. Não viva adiando o relógio, tem tantas coisas que te esperam, não chegue atrasada para receber todos esses presentes. O mundo pode sim ser seu, basta querer, é só expandir o seu mundo interior. Tá esperando o quê?

19 de ago de 2012

De vez em quando esqueça tudo sobre sua sanidade, tudo sobre seus regulamentos, disciplina, comportamento controlado, e todos esses absurdos. De vez em quando tire férias, relaxe e enlouqueça.

Por um mundo onde haja mais beijos no pescoço que façam a pele arrepiar inteira.


Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda.

18 de ago de 2012

Tanta coisa nessa vida para se descobrir, tantos perfumes à se decorar, sorrisos para partilhar, abraços apertados e cafunés quentinhos, tardes de domingo para se namorar, tanta beleza para se admirar, tantos sabores para experimentar, pessoas novas para cultivar, laços antigos para cuidar bem. Que apesar de todos os pesares, você não se permita infelicidade diante de todas essas dádivas.

Tão logo essa palavra ”amor” lhe ocorreu, ela a rejeitou.


Não haverá borboletas se a vida não passar por longas e silenciosas metamorfoses.
Existe um pássaro que acha que morre todo dia quando o Sol se põe. E na manhã seguinte, ele fica espantado por ainda estar vivo. Então ele canta uma linda canção. Eu canto todas as manhãs desde que conheci você.

16 de ago de 2012

Geralmente carrego livros comigo. Ou escuto música no meio da multidão. Não gosto de aglomerações. Prefiro mundos particulares.

Gosto de coisas antigas,
De coisas toscas,
De poesia,
As vezes acho que sou velho demais, pra mim.

12 de ago de 2012

Amar é… Fechar os olhos no abraço, assim como fechamos os olhos no beijo.
Muito fácil arremessar pedras, expelir veneno pelos lábios. Difícil mesmo, hoje em dia, é olhar no olho, é se colocar no lugar do outro e tentar compreender o que se passa. Difícil mesmo, é ser remédio á quem nos fere. É enxergar além do que as retinas captam no piscar do olho. É fácil julgar o outro, especular, sair batendo as portas, e desmoronando edifícios internos. Difícil mesmo, meu amigo, é entender o que se passa no mais intimo de quem nos cerca, é conseguir ser melodia.

11 de ago de 2012

Se é loucura, então melhor não ter razão.
Mil vezes senti vontade de segurar sua mão e mil vezes fiquei quieta.

Eu queria te dar um amor
Que eu talvez nem tenha pra dar...