21 de mar de 2014



16 de mar de 2014


Às vezes não parece, mas você é adorável, garota. E se o mundo não tem dado a mínima pra você, o azar é do mundo, e não seu.
Eu tenho medos bobos e coragens absurdas.
E afinal o que quero é fé, é calma, e não ter essas sensações confusas.
Você ir é uma escolha sua, não permitir que volte é uma decisão minha.
Desculpem, sou antiga. Gosto de andar de mãos dadas. E mais do que beijos e amassos, quero amor e continuidade.
Pensamentos, assim como cabelos, também acordam bagunçados.

12 de mar de 2014

É chatinho, né? Quando uma pessoa entra na tua vida, faz você se acostumar a falar com ela todos os dias, te vicia na presença dela, te faz gostar das manias dela, do jeito dela, e depois… Some, desaparece. Aí tu tem que agir como se não ligasse. Mas você liga, mesmo assim.
Ela sorriu, então um dos cantos da boca ergueu-se fazendo subir também uma das sobrancelhas, enquanto o olho quase fechava, embora brilhasse mais intenso assim, por entre as pálpebras meio inchadas, quase invisível. Tinha um pouco de criança quando sorria desse jeito. E de demônio. Demônio astuto, pensou.


8 de mar de 2014

A vida é tão maravilhosa porque também é feita de colos, de feridas que cicatrizam, de amigos que celebram ou choram junto. Feita de pessoas apaixonadas e apaixonantes, possíveis e impossíveis, pessoas que machucam, pessoas que chegam pra curar.
Às vezes me pergunto se existe algo de errado comigo. Talvez eu gaste tempo demais na companhia de meus heróis românticos literários, e consequentemente meus ideais e expectativas são extremamente altos.
É como tudo o mais. Uma questão de equilíbrio. Saber para que coisas devemos nos atirar e quais devemos deixar quietas.
Começa-se por desaprender de amar os outros e termina-se por não encontrar nada mais digno de amor em si mesmo. A mais perigosa desaprendizagem.
Mas às vezes, você só esqueceu de que, entre todas as coisas mais bonitas que se pode ser, a mais bonita é ser você.
Eu odeio o seu cinismo, sua incapacidade de clarear as coisas, sua habilidade em ser outra pessoa de um minuto para o outro.

5 de mar de 2014

Que coisa bonita essa de conquistar sempre e sempre e sempre. De verdade, acho nobre. O amor é um sentimento tão belo para ficar assim esquecido, jogado, deixado de lado. Cada vez que vejo um senhorzinho olhando para a senhorinha com aquele olhar de poxa-você-é-tudo-o-que-eu-queria, abro um sorriso. E penso que vale, sim, a pena acreditar. Não é mágica, é só cuidado. Bem mais simples do que parece. Mas é preciso querer com o corpo inteiro.
Às vezes as pessoas são tão bonitas! Não pela aparência física nem pelo que dizem. Só pelo que são.

1 de mar de 2014

Há sempre uma pessoa na sua vida, a qual, não importa o que ela faça com você, você apenas não pode deixá-la ir.

Para todo fim, um recomeço.

Lembrando que sempre há uma outra chance, uma outra amizade, um outro amor, uma nova força. Para todo fim, um recomeço.

Não tenho muito além de uma certa fé.

Gosto muito de você gosto muito de você gosto muito de você sem pausas. Aos caminhos, entrego o nosso encontro e se tiver que ser, como tem que ser, do jeito que tiver que ser, a gente volta um dia. Da maior importância, meu bem. That’s it! Esteja bem. Queira estar bem. Como se fosse verdade, um beijo.
Das habilidades que o mundo sabe, essa ainda é a que faz melhor: Dar voltas.
Não sinto raiva, não sinto nada. Sinto saudade, de vez em quando. Quando penso que podia ter sido diferente.