29 de jun de 2012

O que prevalece agora é essa maneira nova de sentir a vida. Essa perspectiva que me faz admirar, incansáveis vezes, antigas preciosidades. Essa vontade de bendizer tantas maravilhas. Esse sentimento de gratidão pelas coisas mais simples que existem. Esse canal que escolho assistir com mais frequência. Esse jeito mais amigo de ouvir meu coração.

SER É ESTAR LIVRE.

Quero te dizer que muito mais importante que ter alguém é ter paz. Muito mais importante que ter alguém é saber lidar com você mesma. É se gostar, se curtir, se suportar, se superar todo dia. É gostar do que vê e do que não é visível aos olhos. É engolir e sorrir para a própria companhia. Muito mais importante que ter alguém é estar todo dia verdadeiramente apaixonada pelo “alguém” mais importante da sua vida: você mesma.

27 de jun de 2012

Um brinde ao acaso. Um brinde ao que deu certo, ao que não deu em nada. Um brinde ao caminho incerto, à pessoa errada. Um brinde à tudo que acontece, um brinde ao que nunca vai acontecer. Tudo que mudou, e a tudo que nunca vai mudar. 
Gaste seu amor. Usufrua-o até o fim. Enfrente os bons e os maus momentos. Passe por tudo que tiver que passar, não se economize. Sinta todos os sabores que o amor tem, desde o adocicado do início até o amargo do fim, mas não saia da história na metade. Amores precisam dar a volta ao redor de si mesmo, fechando o próprio ciclo. Isso é que libera a gente para ser feliz de novo.
Somos muito parecidos, de jeitos inteiramente diferentes: somos espantosamente parecidos.

25 de jun de 2012

É lindo demais. E atrevido demais. É novo, sadio. Deu uma luz na minha cabeça, sabe quando a coisa te ilumina?

Precisei cair, para aprender a voar.

Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem. Outros, que só existem diante das minhas janelas, e outros finalmente dizem, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim…
A ausência diminui as paixões medíocres e aumenta as grandes, como o vento apaga as velas e atiça as fogueiras.

24 de jun de 2012

Amor- Um mal entendido, embora altamente desejável, mau funcionamento do coração, que enfraquece o cérebro, e causa borboletas no estômago.
O diabo desta vida é que entre cem caminhos temos que escolher apenas um, e viver com a nostalgia dos outros noventa e nove.
Eu chorei porque precisava de colo, porque precisava te mostrar a minha fragilidade escondida no meu mau-humor.
Perdi meu equilíbrio quando veio, e mentia meu equilíbrio antes que viesse. 
A verdade faz todo o resto parecer mentira.

23 de jun de 2012

Minha avó dizia: para ser feliz, a gente não precisa sair do lugar, a gente tem que ser o lugar.


Borboleta me contou
Que os passarinhos disseram
Que as flores sopraram
Que ouviram sussurrar
Que tem cheiro doce chegando no ar. 
Por amor - nem felicidade e nem dor. Eu posso amar, mas não darei minha felicidade e nem sofrerei. Amor que dói não dura muito.

22 de jun de 2012


Li em algum lugar que há uma regra de decoração que merece ser obedecida: para onde quer que se olhe, deve haver algo que nos faça feliz.
Então eu disse a mim que o mundo no qual eu acreditava haveria de existir em algum lugar. Nem que fosse apenas dentro de mim.
Cada um de nós mereceria ao menos uma reportagem para homenagear nossos dons mais secretos, aqueles que acontecem bem longe dos holofotes. O dom de viver sem aplauso e sem platéia. O glorioso e secreto dom de vencer os dias.

21 de jun de 2012

O tempo passa tão depressa que mal percebi sua voracidade. Diferentemente dos últimos anos esse ainda me parece mais veloz, e me encontro agora cientemente que estamos quase no meio do ano. Mal pude observar os detalhes que aconteceram desde janeiro até cá, mal parei pra entender o que estava se passando, me despedi com pressa, decidi por não pensar mais no assunto, ou se não que lembrasse apenas dos momentos felizes. Lembrar dos teus sorrisos me faz bem, me faz muito bem. Mas o que fazer quando lembro de ti e sinto aquela vontade desesperadora de te abraçar? E te fazer sorrir, e ouvir a senhora falar bobeiras que também me faziam rir. Trágico é saber que isso, aqui onde me encontro, jamais acontecerá novamente. Tenho visto tanta coisa mudar, tantos planos se moldarem, tantos caminhos se construírem... E vó, como eu queria que a senhora visse tudo isso também. É tanta a saudade que me ocorre de ir até o seu quarto, e me deparar com o mesmo fechado, então corro pra o lugar onde mais gostavas de estar, e lá também não te encontras. Tenho vontade de correr, gritar seu nome, e continuar te procurando. Meu coração nunca fica tão apertado como quando penso em ti dessa forma. Tuas lembranças ainda estão tão fixas em mim, e o costume me maltrata sem igual! Inúmeras vezes espero sua voz falando que "a louca" da casa chegou, ou que ninguém melhor do que eu pra te perturbar. A senhora não imagina como cada gesto me faz falta! As suas caretas, os seus abraços, suas danças, suas conversas, tudo tudo me dói demais. Sei que te encontras em um lugar melhor, onde espero poder te encontrar algum dia também, mas você ainda faz parte de mim, o meu coração não vai deixar você ir. Nunca. 

Eu te amo como antes, como sempre.

13 de jun de 2012

Depois da meia-noite eu olhei para o céu e uma estrela me chamou a atenção. Era grande, forte, tinha uma luz diferente das outras. Era uma estrela especial. Brilhava. Se destacava. Olhei para ela, fechei os olhos, fiz um pedido. Eu pedi para você ser feliz. (...) Mas não pedi você para mim. Pedi para a vida andar no seu rumo, de acordo com as suas leis. Pedi para ser feito o melhor para nós dois, mesmo que isso me mantenha longe de você.
Saudade de certas pessoas, certos sorrisos, certos momentos.
É fácil porque os dias passam rápidos demais, é dificil porque o sentimento fica, vai ficando e permanece dentro deles. E todos os dias eles se perguntam o que fazer. E imaginam os abraços, as noites com dores nas costas esquecidas pelo primeiro sorriso do outro. E que no momento certo se reencontrem e que nada, nada seja por acaso.

9 de jun de 2012

Quero que daqui pra frente a vida seja hoje. A vida não é adiável.

7 de jun de 2012

Eu precisei percorrer muito caminho para entender que um dos maiores tesouros da vida humana, talvez o mais precioso, é a capacidade essencial de sentir amor e saber expressá-lo. E que boa parte das confusões, das discórdias, das invejas, das doenças, das armadilhas, surge da profunda dor que causa a temporária incapacidade de descobrir onde ele está.
Há situações em que o máximo que se pode fazer é rezar. E esperar, claro, entre suspiros.

My dream is to fly...

Parcele a saudade. Ela é insuportável quando deixamos para lembrar tudo num só dia.

6 de jun de 2012

Era coração, aquele escondido pedaço de ser onde fica guardado o que se sente e o que se pensa sobre as pessoas das quais se gosta? Devia ser.
Uma necessidade absurda de ir para um lugar que eu nem imagino qual seja.

4 de jun de 2012

O certo era a gente estar sempre brabo de alegre, alegre por dentro, mesmo com tudo de ruim que acontecesse, alegre nas profundezas. Podia? Alegre era a gente viver devagarinho, miudinho, não se importando demais com coisa nenhuma.
Não se perca, não se esqueça: viver bem é a melhor vingança.

1 de jun de 2012

E quando o sol invade os olhos, é só pra te lembrar que o bom da vida não tem preço, é hora de acordar. Felicidade é um fim de tarde olhando o mar e a gravidade não te impede de voar.
De ontem em diante, o amanhã é hoje.
Mas então onde, meu Deus? Onde vou encontrar gente interessante? Até quando vou continuar achando todo mundo idiota demais pra mim e me sentindo a mais idiota de todas?